Centro Ciência Viva Lousal
1 / 6

No Centro Ciência Viva do Lousal (CCVL) convidamo-lo a viajar no tempo e a recuar à época em que a Mina do Lousal se encontrava ativa, onde minérios, formados há milhões de anos, foram explorados por milhares de mineiros que ali cultivaram os seus anseios, viveram os seus amores, viram os seus filhos crescer e eles próprios a envelhecer. Hoje é de novo futuro, terra reinventada pela vontade de muitos e sustentada pelo mais rico dos minérios: o Conhecimento. 

Neste contexto, a Associação Centro Ciência Viva do Lousal (ACCVL), criada em 2010, é responsável atualmente pela gestão e dinamização de três importantes pólos culturais, históricos e científicos:

Centro Ciência Viva do Lousal - Mina de Ciência, inserido na Rede Nacional de Centros Ciência Viva, foi inaugurado a 30 de junho de 2010 e, desde então, já recebeu cerca de 63.000 visitantes. Trata-se de um Centro moderno e fascinante que utiliza a temática dos Georecursos como porta de entrada conceptual para a exploração da Ciência. O Centro privilegia atividades, espaços expositivos e experimentais, ou outros momentos de comunicação que assentam na interatividade com o público.

O Museu Mineiro do Lousal está instalado no edifício que outrora albergou a Central Eléctrica da mina. Inaugurado a 20 de Maio 2001, alberga um significativo espólio documental, objetos e equipamentos que permitem ao visitante um olhar sobre o quotidiano dos anos de prosperidade da mina, bem como um impressionante conjunto de geradores e de compressores a diesel e uma coleção única de modelos de minas, produzida no século XIX, na Alemanha. 

A Galeria Mineira Waldemar, inaugurada a 27 de julho de 2015, permite realizar um percurso subterrâneo no sector sul da mina do Lousal, com cerca de 280 m de extensão. Ao longo do trajeto é possível observar os antigos paióis, um sector com entivação, os poços Waldemar e Luís, que tinham acesso aos pisos inferiores da mina, bem como descobrir toda a geologia e biologia características deste local.

O reconhecimento do trabalho desenvolvido para tornar o Lousal como referência no turismo temático e científico do sul de Portugal, viu-se refletido na atribuição ao Município de Grândola do Prémio PROGEO - Geoconservação 2013, pela Associação Europeia da Geoconservação, a distinção do projeto Relousal – Aldeia Mineira do Lousal com o estatuto EN+ - Iniciativa de Elevado Potencial de Empreendedorismo Social e uma Menção Honrosa na categoria de melhor Projecto Público nos Prémios Turismo do Alentejo 2015.

herancasdoalentejo@gmail.com • +351 934 626 740
Parque Industrial e Tecnológico de Évora (NERE), Rua Circular Norte s/n, 7005-841 Évora, Portugal
© 2014 Heranças Do Alentejo • Termos e Privacidade